Maschinenkanone 103
(MK 103)



Desenvolvido pela Rheinmetall-Borsig no final dos anos 30 - a partir do MK 101 -, o canhão automático MK 103 (Maschinenkanone 103) era uma arma que utilizava o cartucho 30mm X 184mm - o maior calibre utilizado em grande número pelos caças da Luftwaffe - , alimentando-se através de um cinto de munição e possuindo u-ma cadência de disparo de cerca de 420 disparos por minuto.

O disparo era efetuado através do já consagrado sistema eletropneumático. O MK 103 trabalhava com um fer-rolho de trancamento completo, operado por recuo indireto, ou seja, a movimentação deste se dava através de um pistão que era acionado pelos gases resultantes da ignição do projétil.

Construído em folhas de metal - para permitir a produção em massa - possuía previsão de ser montado tanto para disparo através do cone da hélice quanto para utilização sob a carenagem do motor.

O MK 103 utilizava dois tipos básicos de munição: (1) o perfurante, que visava ataques contra veículos blinda-dos, que empregava um projétil traçante encamisado de tungstênio (com efeito incendiário adicional), que atin-gia a velocidade de 960 m/s e era capaz de perfurar blindagens de até 100mm de espessura e (2) o explosivo, voltado para combate ar-ar, que atingia a velocidade de cerca de 900 m/s.

Dados Técnicos
Fabricante:
Rhienmetall Borsig
Munição:
30 x 184B mm (330 g)
Peso:
141 kg
Comprimento:
2,30 m
Velocidade do projétil:
900-960 m/s
Cadência de tiros:
420 tiros/min



Armamentos
Militaria