Veteranos
(As histórias daqueles que participaram da II Guerra Mundial)

Muito se diz que o Brasil é um país sem memória. E, na maioria das vezes, essa triste frase é uma verdade incontestável em um país cuja História vai se dissolvendo em museus mal cuidados, em sótãos e porões de casas e armazéns, em ferros-velhos ou no fundo de rios. Mas esse descaso das autoridades públicas não pode servir de álibi para que possamos assistir a essa perda irreparável tranqüilamente. Isso porque cada cidadão também tem o dever de preservar o passado de seu País, pois este lhe pertence.

Provavelmente alguns digam que cuidar de objetos históri cos implica em um investimento que a grande maioria não tem como arcar, o que é a mais absoluta verdade.

Mas aí entra algo que é muito importante de se lembrar: a História não é feita apenas de objetos como medalhas, capacetes, documentos, veículos, armas, etc... É feita também das recordações daqueles que a viveram.

As memórias dos veteranos são um patrimônio que está ao alcance de todos. Não há necessidade de ter à dispo-sição vultuosas somas de dinheiro ou grandes lugares para guardar as palavras daqueles que participaram do maior conflito que a Humanidade já viu. Basta que, arma-dos apenas de paciência e perspicácia, passemos a pre-

Os irmãos Werle (Esq.-dir.): Kurt Leo Aloysius, Kunibert Joseph e Gustav Antonius. Kurt e Kunibert migraram para o Brasil depois da guerra. Lamentavelmente, Kurt faleceu no úlltimo dia 04.07.2004 e Kunibert veio a falecer alguns anos atrás na Cidade Ocean - SP. Gustav morreu em combate com uma granada pelas costas e teve centenas de pedaços de metal em seu corpo!!!  Apesar de ser carregado pelos companheiros ao hospital ainda com vida, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. Ele esta enterrado juntamente com outros vários combatentes em Krakow (Cracóvia) na Polônia.

servar suas lembranças e impressões para a posterida-de. E estaremos fazendo um bem tão grande para nosso País e para a História em geral quanto um Museu.

A criação dessa seção é uma resposta dos idealizadores deste Site para os pedidos de inclusão de biografias ou histórias pessoais que, às vezes, surgem por parte de familiares ou amigos de veteranos, ansiosos por deseja-rem que as lembranças destes sejam de algum modo preservadas.

Não eram grandes pilotos ou generais, mas simples sol-dados que cumpriram seu dever em circunstâncias terrí- veis e que, por isso, merecem nosso respeito.

A despeito de o site ser dedicado ao estudo da Força Aérea alemã, como a missão proposta para essa Seção é ambiciosa, não estará se limitando os temas apenas aos soldados que serviram na Luftwaffe. Serão aceitas contribuições não apenas referentes a soldados que serviram em todas as forças que compunham a Wehrmacht, mas, também, de veteranos de todas as nacionalidades.

Os trabalhos enviados para inclusão nesta seção deverão observar, sem exceção, os seguintes critérios:

1.Serão aceitos depoimentos e relatos de participantes de todas as Forças Armadas envolvidas na II Guerra Mundial, independente de nacionalidade.
2.Serão aceitas também traduções de entrevistas contidas em publicações nacionais e estrangeiras, desde que citadas os fontes.
3.O veterano deverá ser corretamente identificado. Não serão admitidos “nomes de guerra”, apelidos ou abreviações (por exemplo, Kurt B., João M. C.). Do mesmo modo, o local onde o veterano vive ou residiu em seus últimos anos de vida.
4.O material deverá conter o maior número de informações técnicas possíveis, referentes à carreira militar do veterano, principalmente quanto às unidades nas quais serviu. Procure respaldar o trabalho em uma pesquisa histórica séria.
5.Os textos não deverão conter qualquer tipo de apologia ideológica, de qualquer teor.
6.Não serão aceitas histórias de ficção ou meros boatos (o famoso “ouvi dizer”).
 7.Os formatos admitidos serão: entrevistas, relatos ou
 

apresentação de itens pessoais. Define-se por Entre-vista a conversa direta com o veterano direcionada por perguntas ligadas à sua participa ção na II Guerra Mundial. Relatos são histórias que podem ser efetua-das por familiares de vetera nos já falecidos, desde que baseados em documentos ou fontes confiáveis, identificando-se o grau de parentesco com o veterano focado.

Por fim, a Apresentação de refere-se a certos itens que ao menos permitem que passagens da carreira de um soldado sejam expostas ou analisadas à luz de sua memorabilia.

8.O material enviado poderá ser acompanhado de fotos atuais ou de época além de imagens de itens pessoais que possam servir para ilustrar a matéria. Os materiais encaminhados serão incluídos após revisão ortográfica de texto, podendo ser alterados para fins de exposição mais adequada ao site. O resultado final será enviado ao autor do trabalho, para ciência e aprovação, antes da disponibilização no site. Uma vez publicados no site, os textos permanecerão à disposição em caráter permanente.

Deste modo, os idealizadores deste site buscam, dentro de suas limitações, suprir mais essa lacuna, permitindo que as histórias e lembranças dos protagonistas anônimos da II Guerra Mundial venham à luz, mais uma vez. Para tanto, a colaboração de seus freqüentadores e entusiastas será fundamental.

Enviar o material para: (veterano.guerra@uol.com.br) com o texto em formato de arquivo de Word e imagens em arquivos .jpeg e .gif, indicando a respectiva legenda.

Insígnias na fuselagem
Glossário de termos alemães.