Alexander Löhr
(1885 - 1947)


Nascido em Turnu-Severin, então parte do Império Austro-Húngaro (e atualmente parte da Romênia), em 20 de maio de 1885, Alexander Löhr foi um dos mais destacados oficiais do Alto Comando da Wehrmacht que foram integrados quando da anexação da Áustria em 1938.

Após freqüentar a Academia Militar Imperial em Viena, Löhr foi comis sionado em 18.08.1906 como um Leutnant e comandante de pelotão junto ao 85º Regimento de Infantaria. Sua inteligência e habilidades como organizador e líder logo chamaram a atenção de seus superio-res e ele foi enviado, em 1910 para a Escola de Guerra de Viena, des tinada a formar os oficiais do Estado-Maior. Após a conclusão de seu treinamento, Löhr foi designado para um posto no Comando do 5º e-xército austríaco, onde estava servindo como Hauptmann quando a I Guerra Mundial eclodiu, em agosto de 1914.

Por essa época, Löhr já havia demonstrado um profundo interesse em uma nova e promissora arma de guerra: o avião. Ele rapidamente submeteu-se a um treinamento, obtendo sua qualificação de piloto e observador em setembro de 1914. Após servir como Oficial no Stab da 58ª Divisão de Infantaria (09.1914 a 11.1915), o agora Major Löhr foi nomeado Procurador do 5º Departamento (Grupo de Aviação) Mi-nistério Imperial de Guerra, servindo posteriormente como Represen tante do Diretor do mesmo Departamento, enquanto cumulava a fun- ção de Comandante de Batalhão no 74º Regimento de Infantaria.


Após a queda do Império Austro-Húngaro com o fim da I Guerra Mun-dial, em novembro de 1918, o Major Löhr assumiu um posto na Seção de Assuntos Aeronáuticos no Ministério da Defesa, onde permaneceu até 1927.

Promovido subseqüentemente a Oberstleutnant (01.01.1921) e Oberst (20.07.1928), continuaria a ocupar uma série de postos na administra ção do pequeno exército austríaco do entre-guerras, sempre com des-taque. Ele assumiria o comando do 5º Departamento em 1928 e se tor-naria o Kommandeur da Proteção Aérea em 01.05.1934, sendo promovi do a Generalmajor em 25.09.1934.

Finalmente, Löhr seria nomeado Comandante da Força Aérea austríaca em 01.07.1935, cargo que ocupava quando a sua nação foi incorporada ao III Reich no Anschluss de Hitler (março de 1938). Com isso, Löhr foi transferido para a Luftwaffe, sendo promovido a Generalleutnant em 24. 03.1938 e nomeado comandante da Força Aérea alemã em território austríaco.


Novamente promovido em 25.03.1939, agora a General der Flieger, Ale-xander Löhr seria nomeado Comandante-em-Chefe da Luftflotte 4 em 18. 03.1939. Ele lideraria de modo exemplar essa unidade (sediada no sudes-te da Alemanha), atuando de modo decisivo durante a invasão da Polônia (setembro de 1939) quando daria suporte o Grupo Sul do Exército, que avançaria em direção Norte, partindo da Silésia e da Eslováquia. Pelo su-cesso nessa ofensiva, ele foi condecorado por Hitler com a Cruz de Cava-leiro da Cruz de Ferro, em 30.09.1939. Sua devoção também o levaria a receber do Reichsmarschall Hermann Göring o Badge Combinado de Pi-oto e Observador em Ouro com Brilhantes.

Löhr ainda comandaria a Luftflotte 4 durante a Blitzkrieg da primavera de 1940, varrendo a Bélgica, Holanda e França em seis semanas. Posterior-mente ele ainda participaria da Batalha da Inglaterra (julho a novembro de 1940), invasão dos Bálcãs (abril de 1941) e seria o principal responsável pela cobertura aérea oferecida aos Fallschirmjäger durante a invasão da ilha de Creta (maio de 1941), quando seus Stukas afundaram ou danifica-ram vários navios de guerra britânicos.

Elevado a Generaloberst em 03.05.1941, Löhr ainda estaria à frente da Luftflotte 4 quando do início da invasão da URSS, em 22 de junho de 1941. Composta por apenas 690 aviões que apoiariam o Grupo Sul do Exército, cujo alvo era a Ucrânia, Löhr conseguiu uma efetividade incrível de sua limitada frota aérea.

Löhr deixaria o comando da Luftflotte 4 em julho de 1942 quando foi no-meado para assumir o comando do 12º Exército alemão, à frente do qual permaneceu até 31.12.1942. No dia de Ano Novo de 1943 ele foi nomea-do Comandante em Chefe da Wehrmacht no Sudeste da Europa, região que abrangia todo o Bálcãs. Concomitantemente ele assumiria o coman-do do Grupo E de Exércitos, sediado na mesma área. Nos anos seguin-tes, suas forças ficariam envolvidas em sangrentos e cruentos combates contra partisans iugoslavos do General Josip Broz Tito, além de, nos es-tágios finais da guerra, também enfrentar as forças do exército soviético que avançaram sobre a Bulgária, Romênia e a própria Iugoslávia. Pelos seus esforços, ele foi condecorado com as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro em 20 de janeiro de 1945, tornando-se o 705º soldado da Wehrmacht a receber essa honraria.

Capturado pelos aliados, no final da guerra, Löhr foi entregue aos iugosla vos em 15.05.1945 e submetido a julgamento por crimes de guerra come tidos contra a população civil em operações antiguerrilha. Após um longo julgamento conduzido pela Corte Militar Iugoslava, Löhr foi considerado culpado das acusações de assassinato em massa da população civil e sentenciado à morte.

Desse modo, no dia 26 de fevereiro de 1947, o Generaloberst Alexander Löhr foi executado por um pelotão de fuzilamento em Belgrado, então capital da Iugoslávia.


História da Luftwaffe
Organização e Estrutura