Folhas de Carvalho, Espadas e Diamantes
da Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
(Eichenlaub mit Schwertern und Brillanten zum Ritterkreuz des Eisernen Kreuzes)

Menos de um mês após a instituição das Espadas, em 15 de Julho de 1941, Hitler acrescentou um outro grau à Cruz de Cavaleiro: As Folhas de Carvalho, Espadas e Diamantes da Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro com, normalmente conhecida simplesmente como “Brillanten" (Diamantes).

Essa condecoração também era feita em prata e com desenho similar ao nível i-mediatamente anterior (as Espadas), mas diferenciava-se por ser feita artesanal-mente por joalheiros selecionados. Como resultado não há dois exemplares idên ticos entre si.

O conjunto era algo maior que as Folhas de Carvalho e Espadas; possuía de 45 a 50 diamantes incrustados em cada exemplar. Todo soldado condecorado recebia juntamente com a original uma réplica para uso diário também feita em prata mas com imitações de diamantes.

Apenas 27 Eichenlaub mit Schwertern und Brillanten foram entregues até o final da guerra, 12 para a Luftwaffe, sendo que a primeira condecoração foi entregue em 15.07.1941 para o então Oberst Werner Mölders. O documento era apresentado no interior de um estojo cuja frente apareciam os ornamentos folhados a ouro e a águia com a suástica em diamantes. Todas as Brillanten e seus respectivos documentos eram assinados e entregues pelo próprio Adolf Hitler.


 

Diamantes do Oberst Werner Mölders. Diamantes do Oberst Gordon Gollob. Diamantes do Oberst Hermann Graf. Diamantes do Major Erich Hartmann. Diamentes de Galland, Graf e Gollob. Certificado provisório dos Diamantes de Hartmann.


História da Cruz de Ferro.
Folhas Douradas da Cruz de Cavaleiro