Folhas de Carvalho
da Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro

(Eichenlaub zum Ritterkreuz des Eisernen Kreuzes - EL)

Logo após as primeiras campanhas de 1939/40 se tornou claro que um nível mais alto da Cruz de Ferro seria necessário e, em 03 de Junho de 1940, Hitler instituiu o decreto Reichsgesetzblatt I S. 849 que criou as Folhas de Carvalho (Eichenlaubes - EL ), devendo ser adicionada à argola de suspensão da Cruz de Cavaleiro.

As Folhas de Carvalho tinham um formato aproximadamente circular em forma, medindo 20mm de diâmetro. Ela incluía três folhas verticais de carvalho sendo que a do centro estava sobreposta sobre as outras duas.

Quando da entrega da condecoração, o soldado recebia apenas uma nova argola com as Folhas de Carvalho, acondicionadas em um estojo semelhante ao da Cruz de Cavaleiro, cabendo ao usuário apenas substituir o passador antigo.

Este item era feito em prata maciça, cuja pureza variava de 80% a 99%, o que era devidamente estampado na parte de trás da peça (800-990) juntamente com o código do fabricante.

Durante a guerra, 890 Folhas de Carvalho foram entregues, sendo sete para estrangeiros e 240 para a Luftwaffe. O documento era protegido por uma capa externa na cor branca ostentando uma águia da Wehrmacht. Na maioria dos casos era assinado pelo próprio Adolf Hitler, que também entregava a própria condecoração pessoalmente.



 

Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho do Maj. Heinz Frank. Caixa com as Folhas de Carvalho do Maj. Günther Rall. Certificado provisório das Folhas de Carvalho do Maj. Kurt Dahlmann


História da Cruz de Ferro.
Espadas da Cruz de Cavaleiro