A Cruz Espanhola
(Spanienkreuz)


Spanienkreuz in Gold mit Schwertern.
Spanienkreuz in Silber mit Schwertern.
Spanienkreuz in Bronze mit Schwertern.

Em 14 de abril de 1939 Hitler criou a Cruz Espanhola (Spanienkreuz), que servia para condecorar membros da Legião Condor, que tinham servido com as forças nacionalistas do General Francisco Franco durante a Guerra Civil Espanhola, entre julho de 1936 e março de 1939.

Como neste conflito ainda não havia sido reintroduzida a Cruz de Ferro, decidiu-se que a Spanienkreuz também seria uma condecoração dada por bravura além de uma medalha de campanha.

A Cruz Espanhola era dividida em seis classes: Bronze com/sem Espadas, Prata com/sem Espadas, Ouro com espadas e Ouro com Espadas e Diamantes.

Tinha a forma de uma grande cruz maltesa com uma suástica “móvel” sobreposta em um disco central. Quatro águias da Luftwaffe, voando no sentido horário, se localizavam entre cada “braço” da cruz e refletiam a importância da Força Aérea Alemã, cujo efetivo correspondia a 70% da Legião Condor.

As Espadas, quando existentes, também eram posicionadas entre os “braços”. A Cruz Espanhola em Ouro com Espadas e Diamantes possuía 14 diamantes colocados no disco em torno da suástica.

Werner Mölders e sua Cruz Espanhola em Ouro.

A Cruz Espanhola era utilizada permanentemente no lado direito do uniforme (ver exemplo), presa ao bolso su-perior do uniforme, através de um pino que ficava no seu reverso plano. Após o surgimento da Cruz Germâni-ca, em 1941, a Cruz Espanhola deveria sempre se situar abaixo daquela, quando utilizadas simultaneamente.

Spanienkreuz in Bronze mit Shcwertern
Spanienkreuz in Bronze mit Shcwertern

As versões sem Espadas eram entregues para os não-combatentes (motoristas, mecânicos, médicos, rádio-operadores) desde que tivessem servido pelo menos durante três meses na Espanha; já as versôes com Espadas eram entregues apenas aos combatentes. O tempo de serviço e a patente do soldado (combatente) é que determinava se a versão a ser entregue era em Bronze, Prata ou Ouro.

Spanienkreuz in Silber ohne Shcwertern
Spanienkreuz in Silber ohne Shcwertern

No total, foram entregues 26.116 Cruzes Espanholas, sendo: 7.869 em Bronze sem Espadas, 327 em Prata sem Espadas, 8.462 em Bronze com Espadas, 8.304 em Prata com Espadas, 1.126 em Ouro com Espadas e 28 em Ouro com Espadas e Diamantes.

Podemos notar que não existe a versão da Cruz Espanhola em Ouro sem Espadas. Já a versão em Ouro com Diamantes foi entregue apenas para 28 soldados, sendo que entre os recebedores estão os pilotos Werner Mölders (14 vitórias na Guerra Civil Espanhola), Wolfgang Schellmann (12 vitórias), Harro Harder (11 vitórias), Peter Boddem (10 vitórias), Walter Oesau (9 vitórias), Otto Bertram (9 vitórias), Reinhard Seiler (9 vitórias), Wilhelm Balthasar (7 vitórias), Günther Lützow (5 vitórias) e Adolf Galland (devido à liderança do seu esquadrão), entre outros.

Spanienkreuz in Gold mit Schwertern und Brillanten
Spanienkreuz in Gold mit Schwertern und Brillanten

 

Ganhadores da Cruz Espanhola em Ouro c/ Diamantes


Cerimônia de entrega da Cruz Espanhola em Hamburgo 31.05.1939 (dir-esq): Otto Bertram, Joachim Schlichting, Harro Harder, Werner Mölders, Wolfgang Schellmann, Walter Oesau, ? e Martin Harlinghausen.
Oblt. Wilhelm Balthasar
Oblt. Otto Bertram
Lt. Peter Boddem
Oblt. Kart Eberhardt
Oblt. Wilhelm Ensslen
Lt. Paul Fehlhaber
Oblt. Adolf Galland
Hptm. Harro Harder
Maj. Martin Harlinghausen
Lt. Oskar Henrici
Oblt. Max Graf Hoyos
Oblt. Hans-Detlef von Kessel
Hptm. Güther Lützow
ObLt. Karl Mehnert
Hptm. Werner Mölders
Hptm. Rudolf Freiherr von Moreau
Hptm. Wolfgang Neudörffer
Oblt. Walter Oesau
GenMaj. Wolfram Freiherr von Richthofen
Lt. Heinz Runze
Hptm. Wolfgang Schellmann
Hptm. Joachim Schlichting
Oblt. Reinhard Seiler
GendFl. Hugo Sperrle
Oblt. Bernhard Stärcke
Ob. Wilhelm Ritter von Thoma
GendFl. Helmut Volkmann
Maj. Karl-Heinz Wolff



Cruz Espanhola em Ouro c/ Diamantes de Mölders. Documento da Cruz Espanhola de Mölders.



Condecorações
Marcações na Fuselagem