Georg-Peter Eder
(1921 - 1986)

Major
JG51, JG2, JG1, JG26, KdoNow, JG7 e EJG2
572 missões de combate, 78 vitórias (~24 c/Me 262, 36 quadrimotores)
Prisioneiro de guerra

Lista de vitórias

Como tantos outros pilotos da Luftwaffe, Georg-Peter “Schorch” Eder parecia ter um número infindável de vidas. Afinal de contas, ele foi abatido uma série de vezes durante a sua carreira, colidiu com outro avião, e até mesmo teve uma fratura craniana - mas nada o impediu de continuar a voar e chegar vivo ao final da guerra com 572 missões de combate completadas e o impressionante score de prováveis 24 vitórias alcançadas no revolucionário caça a jato Messerschmitt Me262.

Lt. Eder e seu cão próximo ao leme de seu 109, 1943.

A vida "felina" de Eder começou em 08 de março de 1921, quando ele nasceu na localidade de Oberdachstetten (região de Mittel Franken), na Alemanha.

Tendo se juntado à Luftwaffe em 15 de novembro de 1938. No início de abril de 1939, Eder entrou para a LKS 2 (Luftkriegsschule 2) em Berlin-Gatow como Fahnenjunker e, um ano depois, ingressou na JFS 1 (Jagdfliegerschule 1) em Werneuchen como Fähnrich. Após a conclusão de seu curso de piloto, ele seria designado para o 1./JG 51 (1º Staffel da Jagdgeschwader 51) onde foi incorporado como Leutnant em 01.09.1940. Chegou a participar da Batalha da Inglaterra, mas não conquistou nenhuma vitória.

Eder alcançaria sua primeira vitória em 07.05.1941, ao abater um Spitfire da RAF sobre o Canal da Mancha, logo após ser transferido para o 4./JG 51. Pouco tempo depois, ele estaria participando, junto com sua unidade, da Operação Barbarossa (plano de invasão da URSS), que se iniciou em junho de 1941. Conquistando duas vitórias logo no primeiro dia, em 22.06.1941.

Mas Eder não permaneceria por muito tempo neste front: após ser abatido e ferido em 24.07.1941, no dia 22.08.1941 seu Bf 109F-2 (Werknummer 9184) colidiu com um avião de transporte Junkers Ju 52/3m durante um pouso em Ponjatowska, sofrendo uma fratura de crânio, quando já contava com 10 vitórias confirmadas.

Ele permaneceria em recuperação e afastado até 01.11.1941, quando ele foi transferido para a retaguarda, tornando-se instrutor de vôo junto à Jagdfliegerschule 2. Ele permaneceria nesta função por exatos 12 meses, sendo finalmente redesignado para uma unidade de combate em 01.11.1942, quando juntou-se ao 7./JG 2 (7º Staffel da Jagdgeschwader 2 "Richthofen"), então engajado nos combates contra a 8ª Força Aérea norte-americana e suas formações de bombardeiros, escoltadas por caças, sobre a França e Países Baixos. Junto com Egon Mayer, Eder desenvolveu novas táticas de ataque aos bombardeiros pesados B-17 e B-24.

Os combates na Frente Ocidental caracterizaram-se por contrapor os alemães aos americanos e ingleses, muito mais bem treinados e equipados que os soviéticos, além de numericamente superiores também. Com isso, o resultado foi que o número de vitórias dos ases alemães que lutaram nesta frente foi consideravelmente menor que o de seus colegas lutando nas estepes da Rússia. Por outro lado, as baixas causadas (e sofridas) pelos alemães também foram muitas.

Eder (dir), descreve um combate aéreo para seu amigo "Olaf" em frente a um Bf 109G.

Lt. Eder é ajudado pelos companheiros, após ser ferido em 28.03.1943. Um exemplo deste cenário foram os feitos de Eder durante o ano de 1943. Tendo se tornado Staffelkapitän do 12./JG 2 em 15.02.1943, ele seria ferido em 28.03 após abater um B-17 na localidade de Beaumont le Roger. De outro lado, em 04 de maio, o futuro ás americano Bud Mahurin, voando um P-47 do 63rd Fighter Squadron, travou combate contra o Bf 109 G-6 "Schwarze 1" de Georg-Peter Eder sobre o Canal da Mancha. O avião do "Indianer" foi danificado tão gravemente que Eder recebeu uma vitória em seu cômputo, a despeito de Mahurin ter se safado. Feitos como esse valeram a Eder o Troféu de Honra da Luftwaffe, que lhe foi entregue em 16 de junho de 1943, quando contava com 20 vitórias.

Condecorado com a Cruz Germânica após sua 31ª vitória, em 31.08.1943 e transferido para o 5./JG 2 em 05.09.1943, Eder seria novamente ferido após um pouso forçado em virtude de problemas no motor de seu Bf 109G-6 (W.Nr. 20733) em 05.11.1943, na localidade de Mons (França). Após uma breve recuperação, ele se tornou Staffelkapitän do 6./JG 1 em março de 1944, mas em 19.04, ele seria obrigado a saltar de seu Fw 190A-7 (W.Nr. 430645) "gelbe 4" após ser danificado seriamente por um P-47 Thunderbolt durante um dogfight nas proximidades de Göttingen.

Pouco depois, em 08.05.1944, ele faria outro pouso forçado - esca-pando ileso - devido a um problema no motor de seu avião, logo após obter uma vitória sobre um B-24 Liberator. Em 13.05, o então Oberleutnant Eder tornou-se Kommandeur do II./JG 1.

Em 19.05 ele obteria três vitórias ao abater mais um B-24 e dois caças P-47 e, três dias depois, alcançaria sua 48ª vitória, contra um caça P-38 Lightning norte-americano. No entanto, ele seria novamente ferido quando seu Fw 190A-8 (W.Nr. 730 386) "rote 24" capotou durante uma aterrissagem em 29.05 em Cottbus. Mas ele já estaria de volta à sua uni

O caçador de B-17 e sua vítima.

dade em 08.06.1944 para combater a invasão Aliada na Normandia, onde seria condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 24.06.44 após alcançar sua 50ª vitória. Em 11 de agosto de 1944, Eder assumiu o comando do 6./JG 26, seis dias depois, durante um ataque de blindados Aliados próximo à Dreux, Eder abateu dois Spitfires à baixa altitude e destruiu três tanques M4 Sherman, em poucos minutos! Em 04.09.1944 o então Hauptmann Eder tornou-se Kommandeur do II./JG 26, depois da morte de Emil Lang.

Hptm. Eder e suas Folhas de Carvalho.

Mas o grande momento de Eder viria em setembro de 1944, quando ele foi convidado a se juntar ao Erprobungskommando 262 (mais tarde nomeado Kommando Nowotny - KdoNow) - unidade experimental comandada pelo lendário Major Walter Nowotny e equipada com o novo caça à reação Messerschmitt Me 262. Eder passaria a liderar o 1º Staffel do KdoNow em 29.10.1944 mas, após a morte de seu líder em 08.11.1944, ele seria transferido para o III./EJG 2 (Gruppe III da Ergänzungsjagdgeschwader 2), unidade experimental que também operava os Me 262 em missões de combate. Em 25.11.1944, após abater mais de 70 aviões inimigos, Eder foi condecorado com as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro, entregues por Hitler tornando-se o 663º soldado a receber tal honraria.

Em janeiro de 1945 Eder seria transferido para a JG 7, primeira unidade regular de jatos da História, incorporado ao 9./JG 7. Ferido novamente em 17.02.1945 próximo à Bremen, Eder retornaria ao combate em abril desse mesmo ano. Até o final da guerra, em maio de 1945, Eder clamaria 24 vitórias a bordo deste avião, o que o tornaria o 2º maior ás da era dos jatos, atrás apenas de Kurt Welter.


Contudo, tal como este último, várias confirmações não puderam ser efetuadas em virtude do caos que se encontrava o III Reich em seus últimos dias. Capturado pelos norte-americanos, Eder permaneceria em cativeiro por mais de um ano, quando teve de narrar suas experiências com o Me 262 para os atônitos oficiais da inteligência.

Tendo voado 572 missões de combate (150 com Me 262) e alcançado a marca de 78 vitórias confirmadas no fim da guerra - das quais 36 foram bombardeiros quadrimotores - O Major Georg-Peter Eder que foi abatido 17 vezes (saltou em 9 ocasiões) e foi ferido em 14 delas, veio a falecer de causas naturais em Wiesbaden (antiga Alemanha Ocidental) em 11 de março de 1986, pouco depois de completar 65 anos de idade.

Ficha do Piloto
Unidades:
- Jagdgeschwader 51 
- Jagdgeschwader 2 - Staffelkapitän 12./JG 2 (15.2.43 - 16.3.44)
- Jagdgeschwader 1 - Staffelkapitän 6./JG 1 (16.3.44 - 12.5.44)
- Kommandeur II./JG 1 (13.5.44 - 6.44)
- Jagdgeschwader 26 - Staffelkapitän 6./JG 26 (11.8.44 - 4.9.44)
- Kommandeur II./JG 26 (4.9.44 - 8.10.44)
- Kommando Nowotny - Staffelkapitän 1./KdoNow (29.10.44- 8.11.44)
- Ergänzungsjagdgeschwader 2  
- Jagdgeschwader 7 
Aeronaves:
 - Messerschmitt Bf 109
- Focke-Wulf Fw 190
- Messerschmitt Me 262
Campanhas:
  - Batalha da Inglaterra
- Frente Oriental
- Defesa do Reich
Promoções:
- 01.09.1940 - Leutnant
- 01.07.1943 - Oberleutnant
- ??.??.1944 - Hauptmann
- ??.??.1945 - Major
Condecorações:
- 11.07.1941 - Cruz de Ferro de 1ª classe
- 26.05.1943 - Troféu de Honra
- 31.08.1943 - Cruz Germânica em ouro
- 24.06.1944 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro................................(1253º)
- 25.11.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro ........................(663º)

Bf 109G-2/R6 do  Lt. Georg-Peter Eder


Principais Ases
Principais Aviões